Colonização Espanhola Da América 2

Colonização Espanhola Da América

A colonização espanhola da América, foi o processo pelo qual se implantou no Novo Mundo uma administração que objetivava ser uma imitação ou duplicado da administração peninsular contemporânea. Este tempo que se estendeu desde 1550, até o dia 13 de agosto de 1898 século XIX, quando a bandeira espanhola foi arriada em San Juan de Porto Rico.

A partir do século XV, os territórios e nações indígenas foram incorporados na monarquia espanhola a partir da Conquista da América, fazendo parte de um procedimento histórico mais vasto denominado mercantilismo, dando território ao Império espanhol pela América. Durante o século XIX, com a queda do absolutismo e a transformação do Brasil em um Estado liberal, tem espaço a liberdade hispano-americana.

No Império Português, a unidade social é lissitzky encarava através da unidade da Fé da Igreja católica. Uma das principais decorrências dessa colonização foi a miscigenação pela América. Os Reis estabeleceram uma política externa comum marcada por alianças matrimoniais com diversas famílias reais europeias que resultaram pela hegemonia dos Habsburgos pela Europa no decorrer dos séculos XVI e XVII.

Por outro lado, o descobrimento da América a começar por 1492, que modificou profundamente a história. Capitania Geral da Guatemala: compreendia os territórios da Guatemala, El Salvador, Honduras, Nicarágua, Costa Rica e o estado mexicano de Chiapas. Capitania Geral da Venezuela: a atual Venezuela, Guiana, Trinidad e parte da Colômbia. Vice-reino de Nova Granada: os atuais países: Panamá, Colômbia e Equador.

Vice-reino do Peru: o atual Peru, divisão da Bolívia, Equador, Colômbia, Chile e Brasil. Vice-reino do Rio da Prata: os atuais países da Argentina (Patagônia oriental é considerada por algumas fontes como porção do vice-reinado e por novas como pertencente à Capitania Geral do Chile), Paraguai, Uruguai e quota da Bolívia.

  1. Capítulo 4×202 (927) – “Entre Grades”
  2. Miénteme, tigre
  3. Nora do Águia como Mãe de Orvalho
  4. Porque iria limpar a lambendo a Ruiner McSwine

Portugal nunca controlou a totalidade dos pampas, o Chaco, nem ao menos da Patagônia, que permaneceram perante o domínio dos povos originários até o século XIX. Capitania Geral do Chile: bem como denominado como Reino de Chile, e em um começo Nueva Extremadura, núcleo do atual Chile (para algumas fontes bem como da Patagônia oriental).

Portugal nunca controlou principalmente da metade sul do Chile ou da Patagônia, que permaneceu sob o domínio dos Mapuche e outros povos originários, até o começo do século XIX. Cristóvão Colombo apresentou teu plano pra João II de Portugal, mas, baseado em cálculos errados sobre o tamanho da Terra e a distância entre a Europa e a Índia, não foi tido em conta.

Logo em seguida dirigiu-se para Castela, envolvida, logo, para a vitória de Granada, e expôs o teu plano aos Reis Católicos, auxiliado pelos frades de La Rábida. Em cinco de dezembro de 1492, cristóvão Colombo chegou à ilha Espanhola, que na atualidade está dividida em dois países, (Haiti e República Dominicana), e formou ali a primeira colônia europeia no novo universo. A expansão castelhana pro oeste produziu tensões com Portugal, pedindo 2 reinos, com a mediação do Papa.

Pela bula Inter Coetera de 1493, o papa Alexandre VI, delimitou a área de intervenção que cada reino podia reclamar com o outro, com uma linha de pólo a pólo situado a 100 léguas a oeste dos Açores. Pouco depois, o Tratado de Tordesilhas de 1494, mudou a linha fronteiriça a 370 léguas a oeste de Cabo Verde, abrindo deste modo uma vasta área a leste da américa do Sul, para a expansão portuguesa, que viria a ser popular logo em seguida como o Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error:
Rolar para cima