...E A Gente Vai Se Amar Como Poetas - Cultura 2

…E A Gente Vai Se Amar Como Poetas – Cultura

Se você chegou nesse lugar buscando por sexo, uma dica: vá pras notícias mais lidas. Erodida’ (Editorial Origami) é uma antologia poética a respeito do erotismo, e as marcas que (nos) deixaram a atração, o afeto e o sexo. Há milhares de anos, Safo de Mitilene cantou o carinho entre as mulheres da ilha grega de Lesbos.

deram-Lhe nome na primeira vez. Este livro “não quer colocar rótulos”, diz Adriana Bañares, sua editora, que o apresenta como um “catálogo de intimidades”. Se o homem pudesse falar o que aparecia, definitivamente pareceria a esse livro, onde 23 homens e vinte e cinco mulheres deixam enxergar sua pele e seus desejos.

Quando pra beijar e rir sem prestar atenção a tudo quanto não fosse este coágulo, esse quarto de hotel, escreve em ‘Erodida’ Fernández Mallo. Não é o único que se alega a estes espaços anônimos onde vão outros casais. Gabriela Outeiro; e é a ‘Sala 207’, onde Paulo Cerezal diz que há “uma carícia bebado naufragada em carpete”.

Fernández Mallo sobre esses redutos pros amantes. A ti dava-te como meu mar, / A mim dava-me como seu mar /. Como locais, assim como são muitas as formas de abordar o erotismo, que, algumas vezes, “relaciona-se, erroneamente, com a promiscuidade e a frivolidade”, diz Banares. Aqui cabe a vontade entre um homem e uma mulher, que acabam de ser pais: ‘Tapados com a colcha de verão, podemos botar a nossa divisão mas / a cada dia que passa é mais tarde, e a moça dorme em conclusão’ (Safrika).

E o sexo do senso de humor: “O instrumento da investigação é o número de golpes primordial pra que o penetrômetro/ se introduza a uma instituída profundidade’ (Javier García Rodríguez). Como é trabalhoso digitar sobre isso sexo? Sara R. Gallardo. ‘Com corridas, auto-estradas, nas meias / Com essa t-shirt decote sem alças, que atrai o seu espiar’, escreve esta poeta, que reivindica a “recomendação, que necessita ver de perto com o raciocínio e, desta forma, com as frases”.

Mas, pra Rafael Sarmentero, o erotismo “precisa de ser, necessariamente, o que não está acontecendo de verdade. Quer dizer, o que está gerando a nossa imaginação”. Psicodrama das corvas / cabo de Conexão isso’, escreve Sarmentero, a quem uma vez uma noiva, lhe alegou: “Escreve como um poeta, mas na hora de cobiçar, quer como um jornalista”. Ele acredita que lhe ocorre pontualmente o inverso, que em sua poesia “sobra cérebro e ausência de vísceras” e que, bem que “a vocação é eterna, a paixão acaba.”

Nesta temporada, manteve protagonistas bem-sucedidos de ciclos anteriores, como Micky Baunilha, Nicolino Roche, Sou Baba ou Violência Rivas. Violência Rivas, cujo nome cita-se a Violeta Rivas (1937-2018), é uma cantora retirada que realiza ferozes opiniões sociais em um estado crescente de furor e que a toda a hora acaba cometendo crimes. Jaime de las Mercedes Cárdenas, um jovem compositor do século XVII que, usando música de rock moderno, em pesquisa de uma melodia para o hino nacional argentino. Latino Solanas, cantor de reggaeton com um exagerado tom latino, cujo nome é uma referência ao cineasta e político fernando Solanas. Facebutt (literalmente Caraculo) mostra uma paródia da rede social Facebook.

  1. Habilidade pra despir as suas reflexões e tua esmagadora cultura de todo academicismo
  2. 1 1ª Série: Os Doze Portais (número 1 ao 12)
  3. Mensagens: 2.274
  4. Registado: 24 jan 2003
  5. Cascabelito Colombiano
  6. 1982: Seus quinze Exitazos Originais
  7. Ser feminina
  8. Capítulo 3×049 (528) – “Sem Papéis”

Kosher Waters, cujo nome cita-se a Roger Waters, é um cantor que canta canções populares, modificando tua letra em alusão a comunidade judaica. Fonte cantor, que incorpora um humor grosseiro em suas músicas, ao modo de Jorge Coroa. Os Marrons, um grupo de rock, no qual tenta ter dificuldades com a polícia, mas que acaba falhando em seus planos e até já chega a ser amado por ela.

a Dupla Soplanacu, referindo-se ao Duo Coplanacu, onde um deles canta literalmente soplándole na nuca do outro (uma fonte à homossexualidade pela Argentina). Começou em dezenove de julho de 2010 e se estendeu durante dez programas até o dia 20 de setembro de 2010. Mantiveram-Se personagens como Violência Rivas, Kosher Waters, Grapefruit. Jesus Laferrere, que parodia a Jesus de Nazaré, tomando a subcultura juvenil rolinga e ambientándose pela vila de Gregório de Laferrere. Raminho, Ernesto Di Loreto contribui com o cuidado de uma planta de um amigo e, por imprevisto, ele se transforma no super-herói “Galho”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error:
Rolar para cima