Marta Bonet: A Comunicação Não Consiste Em Colocar Duas Entradas No Facebook 2

Marta Bonet: A Comunicação Não Consiste Em Colocar Duas Entradas No Facebook

É entusiasmado, já que eu tive escritórios em numerosos locais, desde que começamos com Rebuzzna, porém imediatamente neste instante nem sequer preciso. Eu finalizei entendendo que os clientes, onde me querem, é em sua residência. Deste jeito se percebe esta proximidade com o Mercado, uma vez que passo muitas horas por aqui dentro, ouvindo e vendo. Você nem sempre foi um especialista em marketing.

Não. Durante longo tempo, eu tinha me dedicado à hotelaria, principlamente pela direção de restaurantes. Para 2003, vivia pela Inglaterra com o meu casal, e lhe dávamos voltas ao melhor modo de voltar pra ilha. Queríamos fazê-lo através de um projeto que fosse criativo, estimulante. E nós tivemos de criar uma imobiliária de negócios relacionados com a nossa indústria. O pusemos em marcha, e as primeiras experiências já me permitiram ver de perto que por aqui havia uma carência: as boas imobiliárias existiam, contudo estavam mal assessoradas em marketing. O caso é que, para 2006, entrou em carteira um alojamento de turismo rural em Campos.

  • Defender os próprios direitos
  • Os profissionais do marketing de moda identificadas e cultivadas tendências de moda
  • Elaborar estratégias para permitir o acesso em condições de igualdade pra todos
  • Real Zaragoza: Henríquez estreia no La Romareda
  • Diversão: O Que entretenimento proporcionam os meios ao público

No começo era um trabalho a mais, porém no momento em que eu fui visitá-lo e fotografiarlo na primeira vez, tive um pálpito rápido, um palpite: tinha que ser nosso. Em uma semana de novembro neste momento havíamos comprado. Fizemos um plano de negócios para levantá-lo tal fisicamente como a nível de marketing. Em 2006 seria das primeiras! R. – o Bom, é que minha promoção foi l o Bom, é que minha promoção foi a primeira em várias coisas! Mas sim, este ainda não era um mundo muito conhecido.

mas, eu intuí a tua potencialidade, e o certo é que fui um pouco pioneira. Um dia, ao ouvir o rebuzno de Pepper, um imbecil que tínhamos em agroturismo, pensei: tu serás minha relações públicas. Por que uma burra propriamente? Porque o vi, claro, simplesmente. O caso é que foi um amplo sucesso e chamamos muito a atenção, até o ponto de que o Daily Telegraph, a apontou como uma das 10 estratégias de marketing mais relevantes do mundo. Isso desencadeou a loucura: lembro-me de uma manhã em que desci as escadas em pijama e eu encontrei um monte de jornalistas no piso térreo, o

O primeiro modo de canalizar este instante foi conceder palestras por toda a Espanha, falando como havíamos conseguido essa popularidade. Eu solicitavam de modo frequente, acho que collía um voo a cada duas semanas. O caso é que o agroturismo foi muito bem os 5 anos que tivemos, e quando as situações pessoais mudaram, tivemos que tomar a decisão de deixá-lo.

Foi desta forma que nasceu Rebuzzna Comunicação, que, pra mim, representava uma oportunidade de negócio claríssima em um estágio em que os community managers, somente existiam. E claro, a mim Pepper agora me tinha dotado de um monte de recursos e de embate para encarar este trabalho. Desde o início, além disso, focamos bem como pela formação.

Tendo como exemplo, fomos nós que construímos e lançamos, investindo 2 anos pra isso, o primeiro pós-graduação especializado em comunicação na era digital da UIB. E desde o início apostamos ver de perto as campanhas de intercomunicação das pequenas e médias Empresas de um serviço de criação. E deixavam-se formar? De fato, é um modelo que amo muito, já que os torna auto-suficiente e não têm que estar a todo o momento pagando.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error:
Rolar para cima